sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Sai de casa e liga o Ipod, ouve Kanye West, só para variar. Anda distraída pensando em tudo e em nada. O olhar vago já não é mais aquele que encantava. A mente divaga e voa para um lugar longe. Os passos se tornam automáticos. Esses passos dados em sua própria companhia haviam se tornado parte de sua rotina fazia algum tempo. As cores do céu já não acompanham seu humor, tem cores contrastantes com suas emoções. Aliás, ela parecia contrastar com tudo ao seu redor. Nem suas roupas pareciam lhe pertencer, lhe descrever. Tantas histórias inacabadas, perguntas pendentes, desculpas esfarrapadas. O tempo do mundo parecia passar devagar demais para tudo aquilo que acontecia no tempo dela. Troca de música, Kid Cudi sai dos seus fones e ironicamente uma lágrima rola, seguida de uma risada saudosa. Ri pela intensidade de sentimentos que aquela música remete. Pousa o olhar, ainda aguado, em uma nuvem distante.
Desiste de apagar as memórias felizes que machucam,
elas simplesmente merecem permanecer ali.

4 comentários:

Lorran disse...

simplEsmente né garotinha :P

Sophia Cipriani disse...

hahaha simplIsmente saiu...

Jannis Joplin Cor-de-Rosa disse...

Eu já disse que te amo, hoje?

Bruna Darela disse...

Que texto tudo de bom Sophia!!O final me deixou arrepiada.Parabéns!!!!