quarta-feira, 30 de junho de 2010

segunda-feira, 28 de junho de 2010

quarta-feira, 23 de junho de 2010

FakeTales


Nós meninas crescemos vendo filmes de princesas e aprendemos a acreditar neles. Crescemos acreditando que um dia, apesar de todas as coisas ruins da vida, um belo príncipe irá surgir e nos tirar daquela vida medíocre para sermos felizes para sempre.
Nós esperamos.
Enquanto espera, você fica lá, vivendo. Até o dia em que ele cruza o seu caminho sem pretenção alguma. De repente você se encontra presa num conto de fadas (no mau sentido). Fica esperando o dia em que ele vai acordá-la com um beijo e levá-la embora em seu cavalo branco.
Nós esperamos.
Você espera, inocentemente, mas aquela não é a sua história. Aquele não é o seu príncipe. Ele já tem uma princesa, e você virou a vilã da história; você é a Madrasta, a Irmã Malvada, a Feiticeira. Essa não é a sua história. Difícil entender, depois de ver tantas vezes um conto idêntico ter um final feliz; porque o nosso não pode ter um também?

O mundo real é diferente do de duas dimensões, por mais difícil que seja de se aceitar.

qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência


(desenho meu de traços ruins e subliminar)

terça-feira, 15 de junho de 2010

Por dentro feliz, por fora ainda mais; na mente a idealização de uma dor que não me pertence.

segunda-feira, 7 de junho de 2010